3 dicas infalíveis para lidar com a pele no isolamento

Neste período é importante seguir cuidados especiais para manter a pele em perfeito estado


Com o aumento de casos de covid-19 , novas medidas de lockdown foram tomadas em diversas capitais do país. Desta forma, os longos períodos de reclusão, como o que estamos vivendo, acabam abalando o emocional, causando um estresse que impacta diversas áreas do corpo, principalmente a pele.

“A mudança no estilo de vida deste período e o estresse provocado pela quarentena acaba refletindo na saúde da nossa pele, sendo um gatilho para algumas dermatoses. Além disso, o uso das máscaras faciais também contribui para a piora de algumas lesões cutâneas, como acne e rosácea”, afirma Dra Paula Voltarelli, médica dermatologista da Clínica MV Dermatologia, em São Paulo.

Para melhorar essa área do corpo, confira dicas essenciais para manter a pele - e a mente - um pouco mais saudável:

1. Mantenha uma rotina

Um dos grandes segredos de manter a pele bonita e a mente sã é manter uma rotina saudável. Mantenha horários regulares para dormir e acordar, evitando se deixar levar pela madrugada. "O segredo de uma pele jovem e radiante começa com o sono, passa pela alimentação balanceada, por exercícios físicos e é complementada com uma rotina básica de skincare”, afirma Dra Paula. “O ideal é que se mantenha o passo a passo de cuidados com a pele, com a limpeza, hidratação e, claro, o filtro solar. O ideal é manter a sua aplicação mesmo para ficar dentro de casa, para proteger da radiação indireta de janelas e varandas. Preferencialmente, opte pelo uso de filtros que também protejam da luz azul dos aparelhos eletrônicos”.

2. Garanta sua vitamina D

Ficar em casa significa, quase sempre, limitar a exposição à luz solar e, com isso, reduzir a síntese de vitamina D , que é fundamental para o bom funcionamento do nosso sistema imune – nosso sistema de defesa. Continua após a publicidade Seguindo as recomendações da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a Dra. Paula orienta a exposição solar direta de áreas cobertas, como pernas, costas, barriga, ou ainda palmas e plantas, por 5 a 10 minutos todos os dias. Se morar em apartamento, aproveite a varanda ou uma área em que bata sol em casa ou no apartamento, sem esquecer, novamente, do protetor solar.

"A síntese de vitamina D depende de doses muito baixas de UVB em pequenas áreas do corpo, por isso não é necessário deixar de passar o filtro solar, especialmente em áreas nobres, como o rosto. O protetor solar deve ser usado diariamente para prevenir queimaduras solares, câncer de pele, manchas e fotoenvelhecimento”, comenta.

3. Evite excessos

A ansiedade é um dos maiores transtornos psicológicos relatados nessa fase, em todo o mundo. “Sabemos que um dos gatilhos para buscarmos uma alimentação não saudável está no aumento da ansiedade. Alimentos como doces, carboidratos e ricos em gordura tendem a provocar uma sensação imediata de bem-estar, algo que buscamos quando nos sentimos estressados”, explica a dermatologista.

Além disso, com a Páscoa, aumentamos a ingestão de chocolates e isso acaba sendo uma “bomba” para o corpo e, claro, para a pele, favorecendo a piora da oleosidade e o aparecimento da acne em pessoas predispostas. “A dica aqui é simples: equilíbrio. Encontre maneiras de curtir as delícias deste momento sem exageros. O chocolate amargo possui menos açúcar que o chocolate ao leite, além de ser rico em antioxidantes e promover maior sensação de saciedade”, orienta.

Se ainda você não resistir e exagerar na alimentação e no chocolate, algumas estratégias rápidas de skincare podem ajudar para que sua pele “sofra” menos. “As máscaras faciais são interessantes para ajudar nessa recuperação, mas sem deixar de lado a rotina habitual de autocuidado. Máscaras purificadoras como a de chá verde, revitalizantes como as feitas com mel, e cheias de antioxidantes, como a de açaí, são ótimas para dar revitalizar e acalmar a pele nessa fase”, afirma Paula.

Consultoria: Dra Paula Voltarelli, médica dermatologista da Clínica MV Dermatologia, em São Paulo e FOREO.


Por Bárbara Martinez, publicado no portal Alto Astral.